Zumbido: conheça as soluções para o tratamento

O que você vai ler neste post

Só quem sofre de Tinnitus, conhecido popularmente como zumbido no ouvido, sabe quanto o problema é incômodo e desagradável. O barulho é parecido com o som de um apito, cigarra ou cachoeira. O pior é que ocorre mesmo quando não há nenhum ruído no ambiente. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o problema atinge 280 milhões de pessoas no mundo. No Brasil, estima-se que cerca de 30 milhões sofram com o zumbido

A boa notícia é que você não precisa conviver com esse incômodo problema. É muito provável que a causa do zumbido tenha como origem a perda auditiva ou outras questões ligadas à audição. Isto porque cerca de 90% dos casos o zumbido está relacionado a problemas auditivos. Portanto, na maioria dos casos o uso do aparelho auditivo resolve o problema.

Quem nunca sofreu com o zumbido muitas vezes não entende o tamanho do incômodo. O som do zumbido geralmente é agudo – costuma variar entre 6 e 10 dB (decibéis). Embora na maioria dos casos seja um volume baixo, a sensação de desconforto varia de cada pessoa. Algumas convivem com o problema sem nem sequer perceber. Mas para outras o zumbido chega a ser insuportável. Até porque a frequência também é variável. O zumbido pode acompanhar a pessoa a vida toda, ou ser passageiro.

Tratamentos e soluções auditivas

O zumbido tem sim tratamento. No entanto, é fundamental procurar um especialista assim que sentir os sintomas e investigar as causas do problema. Isso porque os motivos são variados. As principais causas do zumbido são a perda auditiva. Mas pode ser causada até por alterações no metabolismo, cardiovasculares, problemas de mastigação, abuso de cafeína, doces ou alimentos gordurosos.

O tipo de tratamento vai depender do diagnóstico do otorrinolaringologista. O primeiro passo é a se submeter a um exame de audiometria. O teste vai identificar se o zumbido é motivado por um problema auditivo. A seguir, normalmente é solicitado pelo otorrinolaringologista a acufenometria, realizado pelo fonoaudiólogo para identificar o tipo e a intensidade do zumbido no ouvido. A avaliação é indispensável para a indicação do tratamento correto do zumbido no ouvido.

Como dito acima, a causa do zumbido é variada. Mas se for auditiva, a Phonak, líder mundial em soluções auditivas, pode te ajudar e proporcionar alívio do zumbido.

O portfólio conta com três elementos fundamentais. O primeiro é o uso do aparelho auditivo para tratar a deficiência auditiva. O segundo elemento para o tratamento do zumbido é o gerador de ruído. Integrada ao aparelho auditivo, a ferramenta é útil por emitir um som suave que se confunde com o ruído de fundo e tira o foco do paciente no zumbido.

Por fim, a terceira solução para o zumbido é o aplicativo Phonak Tinnitus Balance, disponível para iOs e Android. A ferramenta interativa funciona como uma terapia sonora, na qual os usuários podem selecionar sons padrão ou canções de sua própria biblioteca de música e usar a opção de temporizador para ajudá-los a adormecer.

Tratamento completo com profissionais qualificados!

Você encontra todas essas soluções auditivas para o tratamento do zumbido na OUVI Aparelhos Auditivos, revenda oficial da Phonak. Contamos com uma equipe qualificada de fonoaudiólogos, prontos para identificar as suas necessidades auditivas e iniciar o processo de reabilitação. A OUVI oferece ao paciente equipamentos de última geração, além de atendimento personalizado e exclusivo. A nossa missão é proporcionar a mais completa experiência auditiva, com conforto e preço justo.

Com experiência de mais de 27 anos no mercado de soluções auditivas, a OUVI é referência em prevenção e reabilitação auditiva. São sete unidades à sua disposição, sendo duas em Uberlândia (MG) e ainda nas cidades de Uberaba (MG), Araguari (MG), Goiânia (GO), Itumbiara (GO) e Catalão (GO). Agende uma visita ao endereço mais próximo e acabe de uma vez por todas com o incômodo causado pelo zumbido!

Leia também: Otosclerose: saiba o que é e como tratá-la?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *