Qual é a relação entre zumbido no ouvido e perda auditiva?

O que você vai ler neste post

Estudos apontam que o zumbido no ouvido afeta cerca de 15% da população adulta mundial. O problema é caracterizado por um barulho incômodo e persistente no ouvido, semelhante a um apito ou cigarra, mesmo quando não há nenhum ruído no ambiente. A intensidade também varia de cada pessoa. Alguns conseguem conviver com o zumbido sem muitos problemas. Porém, para outras o zumbido é insuportável e traz um incômodo profundo. Uma dúvida muito comum é a relação entre o zumbido e a perda auditiva.

Cerca de 90% das pessoas com zumbido no ouvido também têm perda auditiva, embora muitas pessoas nem percebam que têm as duas condições. No entanto, isso não significa que todas as pessoas com zumbido terão problemas auditivos. Geralmente, é justamente o contrário. Na maioria dos casos é a perda auditiva é que causa o zumbido. Por isso, um dos tratamentos mais comuns para o zumbido é o uso de aparelho auditivo.

O zumbido geralmente segue o padrão de sua perda. Se você tem problemas para ouvir em alta frequência, o zumbido costuma ser um zumbido ou assobio agudo. Quando a perda é em apenas um ouvido, geralmente você só terá zumbido nesse ouvido e ele desaparecerá se você colocar um implante coclear nesse ouvido.

Zumbido pode ser um sinal de perda auditiva

Se você tem zumbido, também pode ter perda auditiva – mesmo que não tenha percebido. Por isso, é fundamental buscar uma avaliação médica aos primeiros sinais do problema. Existem exames específicos que podem medir a intensidade e a frequência do zumbido.

Normalmente é realizado a acufenometria, exame feito pelo fonoaudiólogo para identificar o tipo e a intensidade do zumbido no ouvido. Para avaliar se o zumbido está relacionado à problemas auditivos, o que acontece na maioria dos casos, o paciente é submetido à audiometria, exame da audição realizado com fones de ouvido, em cabine acústica. A audiometria fornece informações como o tipo e o grau de perda auditiva.

Como dito acima, é bem provável que a pessoa com zumbido frequente tenha perda auditiva. Nestes casos, o uso do aparelho auditivo pode ser eficaz para resolver o problema e devolver ao usuário a capacidade de ouvir os sons com clareza. Além do aparelho auditivo, outras duas soluções auxiliam no tratamento do zumbido.

O segundo elemento para o tratamento do zumbido é o gerador de ruído. Integrada ao aparelho auditivo, a ferramenta é útil por emitir um som suave que se confunde com o ruído de fundo e tira o foco do paciente no zumbido.  Por fim, a terceira solução para o zumbido é o aplicativo Phonak Tinnitus Balance, disponível para iOs e Android. A ferramenta interativa funciona como uma terapia sonora, na qual os usuários podem selecionar sons padrão ou canções de sua própria biblioteca de música e usar a opção de temporizador para ajudá-los a adormecer.

Tratamento completo com profissionais qualificados!

Como dito acima, a origem do zumbido é variada. Mas se a causa for auditiva, nós podemos te ajudar e proporcionar alívio do zumbido.  Você encontra todas as melhores soluções auditivas para o tratamento do zumbido na OUVI Aparelhos Auditivos, revenda oficial da Phonak. Contamos com uma equipe qualificada de fonoaudiólogos, prontos para identificar as suas necessidades auditivas e iniciar o processo de reabilitação.

Com experiência de mais de 27 anos no mercado de soluções auditivas, a OUVI é referência em prevenção e reabilitação auditiva. Contamos com estrutura completa, equipamentos de última geração e profissionais altamente qualificados, prontos para devolver a você uma audição com excelente qualidade sonora.

Agende uma visita ao endereço mais próximo e acabe de uma vez por todas com o incômodo causado pelo zumbido. A OUVI conta com sete unidades nos estados de Minas Gerais e Goiás. São dois endereços em Uberlândia (MG) e nas cidades de Uberaba (MG) Araguari (MG), Goiânia (GO), Catalão (GO) e Itumbiara (GO).

Leia também: Entenda por que utilizar o aparelho auditivo nos dois ouvidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *