Perda auditiva é um dos principais fatores de risco da demência

O que você vai ler neste post

Artigo publicado no periódico científico The Lancet, um dos mais prestigiados do mundo, e apresentado no Congresso Europeu de Aparelhos Auditivos (EUHA 2020), apontou que a perda auditiva é um dos principais fatores de risco para o avanço da demência. Isso acontece porque a diminuição dos sons que entram pelos ouvidos e chegam ao cérebro reduzem a capacidade cognitiva, encurtando as atividades cerebrais. Ou seja, quando o idoso é privado do estímulo sonoro por um período prolongado, certamente haverá uma perda cognitiva.

De acordo com a publicação, um estudo realizado ao longo de 25 anos com 3.777 pessoas com idade de 65 anos ou mais, apontou aumento na incidência de demência nas pessoas com problemas de audição, exceto naqueles que faziam utilizavam aparelhos auditivos. Nesse contexto, a recomendação é incentivar o uso de aparelhos auditivos o quanto antes, a fim de brecar o avanço da demência.

Segundo o estudo, os casos de demência estão aumentando por causa do aumento na expectativa de vida da população. Diante disso, a Comissão Lancet definiu, em 2017, nove fatores associados à demência: menos educação, hipertensão, obesidade, perda auditiva, depressão, diabetes, inatividade física, tabagismo e isolamento social.

Agora foram adicionados mais três fatores de risco para demência. São eles o consumo excessivo de álcool, lesão cerebral traumática e poluição do ar. Juntos, esses 12 fatores aumentam em 40% o risco de o idoso desenvolver a demência que, teoricamente, poderia ser evitada ou ao menos atrasada.

Dentre as ações específicas indicadas pelo estudo para reduzir os fatores de risco ao longo da vida, estão o uso de aparelhos auditivos para o tratamento da perda de audição. Além de reduzir a perda de audição, a publicação ressaltou que o uso de aparelhos auditivos protege os ouvidos à exposição excessivo aos ruídos e ainda evita que a pessoa fique isolada socialmente.

Benefícios do uso de aparelhos auditivos

A publicação descobriu que o uso do aparelho auditivo é eficaz para conter o avanço da demência e reduz em 8% a incidência da doença. Ao devolver a capacidade do usuário de ouvir os sons e se comunicar perfeitamente, a prótese auditiva contribui para que ele volte a interagir em sociedade. Portanto, ajuda a manter em dia o raciocínio, memória e os estímulos cerebrais.

Além do aparelho auditivo, o treinamento auditivo também contribui para estimular a atenção e memória em pacientes que apresentam comprometimento cognitivo. O treinamento auditivo consiste em exercícios específicos realizados com o auxílio de softwares, audiômetros e cabines acústicas. A prática altera as estruturas do cérebro, aumentando e fortalecendo as redes neurais responsáveis pelo processamento auditivo.

Por isso, é importante ficar atentos aos sinais de perda auditiva e procurar um especialista assim que identificar a dificuldade de ouvir. Embora a perda auditiva seja comum entre os idosos, o tratamento é fundamental para manter a qualidade de vida, liberdade e independência. Quanto antes for iniciado o tratamento, menores serão os prejuízos.

Mantenha a sua saúde auditiva em dia

Com experiência de mais de 27 anos no mercado de soluções auditivas, a OUVI Aparelhos Auditivos oferece ao paciente um tratamento individualizado, com estrutura completa e equipamentos de última geração. Mais do que isso, contamos com uma equipe especializada de fonoaudiólogos, que participam de todas as etapas do processo de reabilitação auditiva, desde o diagnóstico até acompanhamentos periódicos.

A sua audição merece o melhor cuidado possível. Por isso, dê a ela o melhor suporte! A OUVI Aparelhos Auditivos é representante oficial da Phonak, líder mundial em soluções auditivas, e dispõe de uma grande variedade de aparelhos auditivos. Um deles certamente e ideal para atender a sua demanda auditiva.

Nossa matriz está localizada na Rua Francisco Sales, 245, bairro Martins, em Uberlândia (MG). A OUVI ainda está presente em outros seis endereços, sendo outra unidade em Uberlândia e nas cidades de Uberaba (MG), Araguari (MG), Goiânia (GO), Itumbiara (GO) e Catalão (GO). Agende uma consulta à unidade mais próxima e sinta os benefícios de OUVI!

Leia também: Otosclerose: saiba o que é e como tratá-la?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *