Dicas para conversar com alguém com perda auditiva

O que você vai ler neste post

A perda auditiva impõem uma série de desafios não apenas para quem tem a dificuldade em ouvir os sons. Pouca gente se dá conta, mas os amigos e familiares também precisam se adaptar a essa condição. Algumas dicas podem facilitar a comunicação no dia-dia com uma pessoa com dificuldade auditiva e evitar constrangimentos desnecessários. Mesmo se a pessoa fizer uso de aparelhos auditivos, é preciso ter alguns cuidados para ser compreendido.

Em primeiro lugar, é importante lembrar que existem vários tipos e graus de perda auditiva. E, evidentemente, cada um tem as suas particularidades e dificuldades. No caso das pessoas com perda auditiva de leve a moderada, normalmente o uso do aparelho auditivo é suficiente para que elas ouçam com excelente qualidade e sem grandes dificuldades. Basta você falar num tom ligeiramente mais alto e um pouco mais devagar.

Já as pessoas com perda auditiva severa ou profunda, é necessário alguns cuidados a mais e sem o aparelho auditivo a comunicação oral é praticamente impossível. Existem os surdos sinalizados, que utilizam a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Essas pessoas podem ter nascida surda ou perdido a audição antes da formação da fala. E tem ainda os surdos oralizados, que se comunicam através da leitura dos lábios.

Fale devagar e sem gritos

Explicada as diferenças dos tipos de perda auditiva, a dica número um se comunicar com eficiência com o deficiente auditivo é falar um pouco mais devagar, mas com naturalidade, e articulando bem as palavras. Outra ação que ajuda na comunicação é estar sempre de frente para ele. Se estiver no banco da frente do carro, conversando com uma pessoa com deficiência auditiva no banco de trás, utilize os espelhos para que ela possa visualizar a sua boca.

Preste muita atenção num detalhe fundamental. Nunca grite com uma pessoa com perda auditiva. Isso definitivamente não fará com que ela nos ouvir. Geralmente, gritar pode distorcer a fala e causar um constrangimento tanto para você quanto para a pessoa com quem está conversando. Além disso, se o grau da perda auditiva for severo ou profundo, não adianta gritar que a pessoa não irá te escutar.

Sinais visuais ajudam

O que geralmente ajuda na comunicação com um deficiente auditivo é manter contatos visuais. É comum que a pessoa com perda auditiva adquira informações ao olhar para a face e gestos do indivíduo com quem está conversando. Diante disso, a recomendação é manter-se em locais iluminados. Assim ele pode te enxergar sem dificuldade. É muito comum que a pessoa com perda auditiva tenha outros sentidos aguçados, como a visão.

Finalmente, outra dica importante para manter uma boa conversa com uma pessoa com perda auditiva é fazer algum leve sinal, como um toque no braço ou ombro, por exemplo. No entanto, tenha muito cuidado para não fazer toques bruscos, acenar desesperadamente ou bater os pés no chão, por exemplo. Além de falta de educação, esses gestos bruscos ou barulhentos não ajudam na comunicação.

Mantenha-se em sintonia com os sons!

Com mais de 27 anos de experiência em reabilitação auditiva, a OUVI Aparelhos Auditivos está pronta para ajudar você e a seu familiar a voltar a ouvir os sons da vida. Não deixe que seu familiar se afaste do convívio social por não conseguir se comunicar com clareza. Na maioria dos casos o aparelho auditivo é capaz de devolver a capacidade de ouvir os sons com excelente qualidade sonora.

A OUVI é revendedora oficial da Phonak, líder mundial em soluções auditivas. Além disso, contamos com atendimento exclusivo e personalizado, equipamentos de última geração e uma equipe qualificada de fonoaudiólogos. Nosso objetivo é proporcionar a você ou seu familiar a melhor experiência auditiva possível.

Agende agora mesmo uma visita a uma de nossas unidades. Nossa nova matriz está localizada na Rua Francisco Sales, 245, bairro Martins, em Uberlândia (MG). A OUVI ainda está presente em outros seis endereços, sendo outra unidade em Uberlândia e nas cidades de Uberaba (MG), Araguari (MG), Goiânia (GO), Itumbiara (GO) e Catalão (GO). Venha até a unidade mais próxima e ouça os sons da vida!

Leia também: Conheça as principais doenças relacionadas à deficiência auditiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *