Covid-19 pode causar surdez, diz estudo britânico

O que você vai ler neste post

Os efeitos do novo coronavírus no organismo ainda são pouco conhecidos pela comunidade científica. No entanto, um efeito colateral grave da Covid-19 acaba de ser descoberto pelos cientistas: a surdez permanente. Segundo os pesquisadores, é uma condição rara e que afeta uma parcela muito pequena dos infectados. Além disso, pode ser revertida se os sintomas forem identificados rapidamente.

A pesquisa que relaciona a surdez permanente ao novo coronavírus foi publicada recentemente pela revista científica BMJ Case Reports, a partir de um caso observado no Reino Unido. Com mais de cinco milhões de casos de Covid-19 confirmado no Brasil, o país ainda não tem casos relatados de surdez relacionada à doença.

O paciente britânico afetado por essa condição tem 45 anos e estava internado quando apresentou perda repentina de audição. Ele foi encaminhado para o departamento de ouvido, nariz e garganta e posteriormente para a UTI, com sintomas graves da doença. Dias após ter o tubo respiratório removido, o paciente se queixou de zumbido no ouvido esquerdo. Em seguida, teve perda auditiva súbita. Para reverter esse quadro, foi tratado com comprimidos de esteróides e injeções e teve sua audição recuperada de forma parcial.

“Este é o primeiro caso relatado de perda auditiva neurossensorial após infecção por Covid-19 no Reino Unido. Dada a presença generalizada do vírus na população e a morbidade significativa da perda auditiva, é importante investigar isso mais a fundo”, afirmam os pesquisadores responsáveis pelo estudo.

Estudo aponta prejuízos auditivos

Outra pesquisa, realizada pelo Departamento de Otorrinolaringologia da Universidade de South Valley, do Egito, apontou que a Covid-19 pode trazer prejuízos para a audição. O estudo indicou que a infecção por Covid-19, mesmo sintomática, pode danificar as funções das células ciliadas da cóclea, responsável por converter as ondas sonoras mecânicas em impulsos elétricos que são transmitidos as cérebro pelo nervo auditivo. O mecanismo desses efeitos ainda será aprofundado.

O estudo foi publicado pelo National Center for Biotechnology Information (NCBI), dos Estados Unidos. A pesquisa avaliou por duas semanas 20 casos que foram confirmados como positivos para Covid-19, mas que não apresentavam nenhum dos sintomas conhecidos para a infecção. Outros vinte indivíduos com audição normal e sem histórico de causa conhecida de perda auditiva foram utilizados como grupo controle. A idade dos participantes variou entre 20 e 50 anos para evitar qualquer alteração auditiva relacionada à idade.

Pacientes com sintomas definidos de infecção por Covid-19 e pacientes com histórico de perda auditiva ou história de causa conhecida de perda auditiva foram excluídos da amostra examinada. A amplitude das emissões otoacústica evocadas transitórias (EOAET) foi medida para todos os participantes. Ou seja, o estímulo sonoro foi o mesmo para todos os participantes, e a pesquisa encontrou diferenças significativas entre os dois grupos.

Mantenha sua audição em dia

Independente das descobertas relacionadas ao novo coronavírus, é fundamental se submeter a uma avaliação auditiva com frequência.  Isso porque quanto mais precoce a perda auditiva for identificada, mais efetivo será o processo de reabilitação auditiva. A perda auditiva não tratada progride e o cérebro “esquece” como ouvir os sons corretamente.

Com quase 30 anos de experiência no mercado, a OUVI Aparelhos Auditivos conta com estrutura completa, equipamentos de última geração e uma equipe especializada de fonoaudiólogos. Nossos profissionais estão prontos para te ajudar a ter uma audição plena e saudável. Tudo isso aliado a conforto e preço justo.

Agende uma visita a uma de nossas unidades e conheça os benefícios de OUVI. Nossa nova matriz está localizada na Rua Francisco Sales, 245, bairro Martins, em Uberlândia (MG). A OUVI ainda está presente em outros quatro endereços, sendo outra unidade em Uberlândia e nas cidades de Araguari (MG), Goiânia (GO) e Itumbiara (GO).

Leia também: Qual o primeiro passo para tratar a deficiência auditiva?

Ouvi Aparelhos Auditivos
Ouvi Aparelhos Auditivos

Empresa Especializada em Vendas de Aparelhos Auditivos na interner

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *