Sem acessibilidade, Clubhouse isola pessoas com deficiência auditiva

O que você vai ler neste post

O Clubhouse, aplicativo para bate-papo de áudio lançado no ano passado, virou uma febre nas redes sociais. Avaliado em mais de US$ 1 bilhão, a plataforma é disponível apenas para usuários de Iphone, e tem recebido críticas pela falta de acessibilidade para pessoas com deficiência, especialmente a auditiva e a visual. Sem a possibilidade de incluir legendas nas salas de bate-papo, o aplicativo deixa de fora pessoas com problemas auditivos.

A tecnologia oferece ferramentas de acessibilidade para inclusão das pessoas com deficiência auditiva. Inclusive, redes sociais como Facebook, Instagram e YouTube já disponibilizam a seus usuários legendas automáticas. Ferramentas de videoconferência como o Zoom e o Google Meet também contam com a possibilidade de incluir legendas em tempo real.

Além disso, alguns produtores de podcasts disponibilizam a transcrição de episódios e conversas. No entanto, esse alternativa não deve ser disponibilizada pelo Clubhouse – ao menos por enquanto. Isso porque as conversas não ficam salvas após uma sala ser encerrada. Logo, não será possível fazer a transcrição para a inclusão das pessoas com deficiência auditiva.

Plataforma promete ferramentas de acessibilidade

A expectativa é que a situação seja amenizada em breve. Após uma enxurrada de críticas, o fundadores do Clubhouse prometeram incluir novas ferramentas de acessibilidade ao dispositivo. Entretanto, os responsáveis pelo aplicativo não estipularam data para as melhorias previstas, e aguardam uma nova rodada de financiamento.

Os casos de deficiência auditiva preocupam a Organização Mundial de Saúde (OMS), que elegeu a surdez como uma das cinco prioridades para o século. A surdez é considerada pela entidade a deficiência de maior impacto no índice de qualidade de vida da população, superando a deficiência visual, de locomoção e outras 345 doenças.

Segundo dados da OMS, cerca de 466 milhões de pessoas, o equivalente a mais de 5% da população mundial, têm algum tipo de deficiência auditiva. No Brasil, a estimativa é que cerca de 30 milhões de pessoas sofrem com dificuldades de audição. E esse número vêm crescendo. A entidade calcula que nos próximos anos cerca de 1,1 bilhão de jovens poderão desenvolver deficiência auditiva.

Aparelho auditivo devolve a capacidade de ouvir os sons

O uso aparelho auditivo é o tratamento mais indicado na maioria dos casos de perda auditiva. A prótese devolve ao usuário a capacidade de ouvir com excelente qualidade sonora e se comunicar perfeitamente, mesmo em ambientes barulhentos. Atualmente os aparelhos auditivos são pequenos, fáceis de manusear e desenvolvidos com tecnologia de última geração.

Referência em prevenção e reabilitação auditiva há mais de 27 anos, a OUVI Aparelhos Auditivos pode ajudar a devolver a você a capacidade de ouvir os sons com clareza. Contamos com estrutura completa, equipamentos de última geração e uma equipe qualificada de fonoaudiólogos, que participam de todas as etapas do processo de reabilitação auditiva.

Não fique sem ouvir os sons da vida. Agende uma consulta agora mesmo a uma de nossas unidades. A OUVI está presente em sete endereços, nos estados de Minas Gerais e Goiás. São duas unidades em Uberlândia (MG) e nas cidades de Uberaba (MG), Araguari (MG), Goiânia (GO), Itumbiara (GO) e Catalão (GO). Descubra os benefícios de Ouvi!

Leia também: Saiba como identificar os sinais da perda auditiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *